Fitch Rebaixa Ratings da TP Norte e da Paranaíba Para ‘AA-(bra)’

Fitch Ratings – São Paulo, 28 de agosto de 2017: A Fitch Ratings rebaixou, hoje, os ratings nacionais de longo prazo das emissões de debêntures da Matrinchã Transmissora de Energia S.A. (TP Norte) e da Paranaíba Transmissora de Energia S.A. (Paranaíba) para ‘AA-(bra)’ (AA menos (bra)), de (AA mais (bra))(AA mais (bra)). A Perspectiva dos ratings é Estável.
Os rebaixamentos refletem a mudança da visão da Fitch sobre a qualidade de crédito da acionista e garantidora de ambos os projetos, a Companhia Paranaense de Energia S.A. (Copel) que teve seu Rating Nacional de Longo Prazo revisado para ‘AA-(bra)’ (AA menos (bra))/Perspectiva Estável, de ‘AA+(bra)’ (AA mais (bra))/Perspectiva Negativa, em 15 de agosto de 2017. Informações adicionais sobre a Copel podem ser obtidas nos websites da Fitch, em www.fitchratings.com e em www.fitchratings.com.br.
SUMÁRIO
Os ratings das emissões refletem a natureza previsível e estável das receitas disponíveis, as elevadas margens de EBITDA, que se traduzem em forte break-even de despesas operacionais (opex), além de indicadores de crédito robustos. No entanto, os ratings das emissões estão limitados ao rating da Copel, devido à existência de cláusulas de vencimento antecipado cruzadas relativas aos garantidores ao longo da vigência das garantias.
PRINCIPAIS FUNDAMENTOS DOS RATINGS
As emissões de debêntures beneficiam-se de garantias incondicionais e irrevogáveis, equivalentes a 100% de seus montantes, o que mitiga riscos adicionais de completion e ramp-up. No projeto da Paranaíba, os garantidores são a State Grid Brasil Holding (SGBH, sem rating público pela Fitch; com garantia de 51%) e a Copel (garantia de 24,5%). Este projeto também conta com fiança bancária dos bancos Santander (Brasil) S.A. (Santander, sem rating público pela Fitch) e do Banco ABC Brasil S.A. (ABC, Rating Nacional de Longo Prazo ‘AA+(bra)’ (AA mais (bra)), Perspectiva Estável). Já no projeto da TP Norte, os garantidores são a Copel (49%) e o Santander (51%). As garantias serão liberadas assim que o completion financeiro for alcançado — o que pressupõe um índice de Cobertura do Serviço da Dívida (Debt Service Coverage Ratio – DSCR) acima de 1,20 vez por 12 meses, esperado para ocorrer em 2018.
SENSIBILIDADES DO RATING
Desenvolvimentos que podem, individual ou coletivamente, levar a uma ação de rating negativa incluem:
— Alterações na visão da Fitch sobre a qualidade de crédito das acionistas/garantidoras, até o completion financeiro.
Desenvolvimentos que podem, individual ou coletivamente, levar a uma ação de rating positiva incluem:
— Alterações na visão da Fitch sobre a qualidade de crédito das acionistas/garantidoras, até o completion financeiro;
— Receitas e custos estáveis que resultem em expectativas de DSCRs consistentemente superiores a 1,30 vez, após o completion financeiro.
PERFIL DOS PROJETOS
A TP Norte é um projeto desenvolvido para construir, manter e operar linhas de transmissão, com extensão total de 1.005 km, e três subestações. O projeto está localizado no Estado do Mato Grosso, e seu principal objetivo é escoar a energia produzida pela Hidroelétrica de Teles Pires (HTP), que tem capacidade instalada total de 1.820 MW. A TP Norte e a HTP são projetos distintos, que atuam de forma independente.

A Paranaíba é um projeto desenvolvido para construir, manter e operar uma linha de transmissão, com extensão total de 953 km, e quatro ampliações de subestações. O projeto está localizado nos estados da Bahia, de Goiás e de Minas Gerais.

Clique Aqui para visualizar.

Fonte: Fitch Ratings