Início das obras de ampliação das subestações

Ao todo, quatro subestações compõem o sistema de transmissão Barreiras II – Pirapora 2, sendo que três dessas subestações já se encontram em operação e serão ampliadas para abrigar os equipamentos da nova linha.
A LT parte da Subestação Barreiras II, de propriedade da empresa ATE XVI Transmissora de Energia S.A., sendo a responsável pela construção e operação desta Subestação. As outras três subestações no percurso são, em ordem de passagem: SE Rio das Éguas, SE Luziânia e SE Pirapora 2, ponto de chegada da LT. Nos três casos, serão necessárias obras de ampliação
As áreas ocupadas por cada uma dessas subestações está indicada no quadro 4.1.2-1

Quadro 4.1.2-1 – Áreas relativas das subestações

A subestação Rio das Éguas pertence à Transmissora Sudeste Nordeste (grupo TAESA) e serve de ligação entre as subestações de Serra da Mesa – GO (FURNAS) e Bom Jesus da Lapa – BA (Chesf). Está localizada no município de Correntina – BA, às margens da BR-020.
Mais ao sul, a subestação Luziânia, pertencente à Luziânia-Niquelândia Transmissora S.A. (State Grid Brazil Holding), também receberá obras de ampliação para abrigar o pórtico de entrada da linha vindo da SE Rio das Éguas e a saída para a SE Pirapora 2.
A partir da SE Luziânia em direção a leste, encontra-se a SE Pirapora 2, pertencente a Serra Paracatu Transmissora de Energia LTDA. (SPTE), também do grupo State Grid Brazil Holding.
No mês de maio de 2015 foram iniciadas as obras de ampliação em três das Subestações que compõem o sistema de transmissão da LT Barreiras II – Pirapora 2.